16 de abril de 2009

Dois fotógrafos no "Cristo"


.
Por duas vezes fui clicado por dois fotógrafos que estavam no Cristo Redentor. A ideia era obter fotos de um ângulo visto de quem esta por lá pois a grande maioria das minhas é sempre a partir da minha asa.

Parece simples mas nunca é como um voo normal. Primeiro que já de véspera você combina aquilo que a natureza as vezes "não cumpre", depois se ela "cumpre" você voa mal e nem consegue, nem de longe, ver a "estátua". Ou então nada disso acontece e o dia parece perfeito, você voa bem mas la pelas tantas as nuvens escondem "ele", sem falar quando os radinhos de comunicação resolvem não funcionar.


Nas duas vezes que combinamos quase tudo funcionou bem, mas a natureza, ou melhor, as nuvens só por poucos minutos me deixou fazer uma passagem por cima "dele" como queríamos. Mas isso é apenas mais um detalhe se pensarmos que outros tantos ângulos são simplesmente fantásticos.

Esta primeira serie foi clicada pelo fotografo do jornal O GLOBO, Ivo Gonzalez. As fotos ficaram lindas e estamos apenas esperando que a condição ajude para mais algumas "cliques"


da vontade de "cruzar" pra Niterói


voltando baixo do Pão de Açucar


tremenda "tele", o cara tava no Cristo
.

angulos mais "agressivos" ainda seram feitos








Ipanema e as ilhas Cagarras







"rastejando" na Rocinha, mas passei!!!





o contraste da favela junto as mansões, é a cara do Rio

Esta outra serie foi feita pelo fotografo Alexandre Duram, especializado em fotos de aviação. Elas foram tiradas a quase dois anos mas como o sensor da sua máquina estava como muita "sujeira", normal em cameras digitais de lentes intercambiáveis, as fotos ficaram quase que todas "emprestáveis" e precisando de muita "limpeza".


A poucos dias descobri um programa que faz esta "limpeza" automática e consegui recuperar praticamente todas.



as nuvens estavam pouco a cima do Pão de Açúcar


no fundo lagoa de Piratininga em Niteroi








Ipanema, Leblon e lagoa


paredão do "Cantagalo"


Jockey club, Leblon e Dois Irmãos





rasante na mureta do Cristo




panorâmica da Lagoa e praias da zona sul


1 de abril de 2009

Voando nos "Andes"



Alguns lugares já são bonitos por natureza, vistos de cima então a beleza toma proporções inimagináveis.
Sempre pensei um dia sobrevoar de asa ou planador a região de Bariloche que só conhecia nas temporadas de "esqui" e num rápido voo de parapente. Sem comparações da qualidade de pistas ou de neve, o visual das montanhas de Bariloche é de longe um dos mais lindos que conheço, visto a bordo de um planador então é totalmente deslumbrante.

Neste dia a condição não poderia estar mais perfeita, não pela atividade térmica, na verdade isso era o que eu menos queria pois não poderíamos "passear" no meio dos vales como passeamos se houvesse alguma "atividade" maior.

Dia com aquele azul escuro, visibilidade infinita e eu ali no meio dos vales voando na direção do "El Tronador", um pico majestoso com sua "neve eterna" que delimita a Argentina do Chile.
Inverno ou verão a neve esta sempre la com suas varias tonalidades que vão do branco aos vários tons de azul, que a lente, infelizmente, nem consegue captar.

Voar de planador na região dos Andes não é coisa pra "criança", pelos relatos que tive e pelo que vi, o "bicho pega" geral. Mas apesar de tudo o desafio de controlar o medo e voar algumas centenas de kms naquela região já esta nos planos do Sérgio e logicamente no meu também. Na temporada de voos com certeza estaremos por lá.



falar o que de um visual deste?
.


a agua tem esta cor por sua origem vulcânica




"El Tronador", de perto mais majestoso ainda




um passeio inesquecível a bordo de um "Ximango"


uma lado da montanha Argentina do outro o Chile



o gelo quanto mais "azul escuro" mais antigo ele é


lagos que surgem no topo dos "vales"


as belezas estão por todo o lado


o "Tronador" na esquerda da foto



um visual lindo e assustador


este lago se chama "Tristesa"....Tristesa????



"Cierro Catedral", onde ficam as pistas de esqui de Barilhoche