4 de dezembro de 2007

Recorde em Sampaio Correia



Primeira tentativa

O vôo em Sampaio Correia sempre mostrou ter grande potencial para o cross, mas meus poucos vôos nesta rampa sempre foram medíocres. Escutava relatos sobre a ótima condição local mas nunca conseguia acertar o dia. Mas esta falta de sorte estava prestes a mudar. Neste mês de marco de 2007 a condição estava fantástica em todo o Rio de Janeiro. Nenhuma chuva, muito calor, umidade e vento na medida certa proporcionando um gradiente térmico perfeito.






Na quinta feira uma boa turma saiu pra Sampaio em busca do cross, a intenção era voar em direcão ao fundo da Baía de Guanabara. Neste dia Geraldo e Carlinhos pousaram juntos na frente do Tingua num voo de 75km. Eu fiquei em Guapimirim voando 55km. Animado com a condição voltei na semana seguinte com Marcinho e fizemos um voo lindo pousando no "oficial" de Petropolis, 70km.



primeiro voo ate Petro



O dia perfeito


Dias depois, eu Geraldo, Marcinho, Bique, Sidney e alguns outros amigos partimos para tentar bater o recorde local, a intenção era decolar o mais cedo possível e aproveitar tudo da condição.


Dia praticamente de céu azul, térmicas fortes com teto de mais de 3000 mts, estava fantástico. O Bique não teve muita sorte na primeira térmica e pousou logo na saída. Partimos alto, eu, Geraldo e Marcinho em direcão ao cross. A intenção era contornar o fundo da Baía de Guanabara e tentar voar alem do Tingua, recorde ate então. Voei sempre meia térmica atrasada em relação aos dois mas íamos bem com o carro resgate sempre na nossa escuta.


Na chegada em Mage estive quase pra pousar, podia ver meu carro parado na entrada da cidade. Depois de muita batalha sai da "lama" e fui a mais de 2500mts entrando no vôo novamente. Quando chego em Capivari escuto que Geraldo e Marcinho estavam na minha "cabeça" tirando em direcão a serra de Nova Iguacu. Naquele momento meu atraso foi decisivo, enquanto eles "corriam" pra Nova Iguacu eu resolvi tirar por cima da via Dutra na reta do pedágio da subida das Araras. Neste momento escuto pelo rádio que o Marcinho e Geraldo, que não conseguiram evoluir, estavam pousando no aeroporto de Nova e eu, já sozinho, engatava em varias fraquinhas na vertical da Dutra já sabendo que o recorde da rampa seria meu. As 18h pousei após o pedágio com 116km e o novo recorde de Sampaio Correia num vôo fantástico e inesquecível.

Clique e veja materia na pagina da WillsWing

Veja aqui todos os detalhes sobre este voo









Nenhum comentário:

Postar um comentário

A sua crítica é fundamental para melhorar meu blog. Vamos lá, deixem seus comentarios, criticas e sugestoes!

Abraços e bons voos
Nader